Nova Previdência: Conheça as 3 regras de transição do INSS

Designer e Marketer

Nova Previdência: Conheça as 3 regras de transição do INSS

Nova Previdência: Conheça as 3 regras de transição do INSS (foto: internet)

Você sabe sobre as regras de transição do INSS? Saiba que no link: https://consultameuinss.com.br/agendamento-inss/ você consegue visualizar diversas informações sobre as novas regras da Previdência, sendo que a partir daí conseguirá novidades sobre o assunto que tem feito com que os brasileiros fiquem pensativos sobre o assunto.

Um fato sobre a Previdência é que a mesma não está dando conta de pagar aos seus beneficiários, sendo que o certo era o idoso ser bancado pela sua própria contribuição, entretanto, isso não está dando certo devido a péssima administração do dinheiro do INSS. Sendo assim, saiba aqui quais são as novidades a respeito desse novo processo.

Conheça as regras de transição do INSS

Nova Previdência: Conheça as 3 regras de transição do INSS (foto: internet)
Nova Previdência: Conheça as 3 regras de transição do INSS (foto: internet)

Saiba aqui sobre as regras de transição e como entender o funcionamento do sistema:

TRÊS OPÇÕES PARA RGPS

De fato, todos os trabalhadores da iniciativa privada, que acabam inseridos diretamente no regime geral da previdência social (RGPS), que realmente quiserem se aposentar através do tempo de contribuição terão acesso a três opções, entre as mesmas:

1) Pontos

Entenda aqui que a soma do tempo de contribuição juntamente com a idade terá de fechar em 86 para mulheres e 96 para os homens, isso no ano de 2019, entenda que as regras de transição exigem o aumento de 1 ponto a cada ano, isso até chegar em 100/105 no ano de2033.

Lembrando que é preciso realmente ter um tempo mínimo de contribuição de 30 a 35 anos, no entanto, os professores terão um bônus de 05 anos.

2) Saiba mais sobre a idade mínima imediata

Saiba que a regra estipula, desde já, uma exigência de idade mínima para sua aposentadoria, sendo que a mesma começa em 56 para mulheres e 61 para homens, no ano de 2019, além do mais, aumenta 6 meses a cada ano, isso até chegar em 62 para mulheres e 65 para homens no ano de 2031.

Além do mais será necessário que você tenha completado o tempo mínimo de contribuição que vai de 30 a 35 anos, novamente os professores terão um bônus de 5 anos.

3) Pedágio

É importante que saiba que o mesmo só vale só para quem estiver a dois anos ou menos de cumprir seu tempo mínimo de contribuição que é exigido atualmente para que ocorra a aposentadoria com 30 e 35.

Além do mais, será preciso pagar um pedágio que chega a 50% sobre o tempo que está faltando para completar por completo essa exigência, logo quem estiver a um ano dos 30 a 35 anos de contribuição deverá mais seis meses além do próprio ano que falta.

Entenda que nessa regra não precisa cumprir a idade mínima, além do mais, deverá incidir o fator previdenciário que acabará por diminuir o benefício.

1.2 Sobre a Idade

Saiba que quem precisa se aposentar atualmente por idade justamente porque não consegue completar o tempo mínimo dessa contribuição terá apenas uma regra de transição, sendo que a exigência é de 62 anos para as mulheres dentre 2019 e 2023 e a dos homens ficará em 65 anos como já é atualmente.

Além do mais, esse tempo de contribuição aumentará dos atuais 15 anos para diretamente aos 20 anos, até o ano de 2029 para homens e mulheres.

Saiba que caso precise de um atendimento especializado você precisará apenas agendar seu atendimento diretamente no site sendo que precisará apenas agendar o atendimento para demais informações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *